Logo da Livon Plataforma EHS

Novo framework em Saúde Corporativa. Onde estão as grandes mudanças: Método e objetivos

Grande parte das mudanças relacionadas a saúde no ambiente corporativo, nos últimos 5 anos, foi muito relacionada a novas modalidades de planos de saúde, aplicativos, programas, tecnologias, e outras formas de serviços e produtos. Atualmente, após todas as validações e mensurações dos resultados obtidos com essas experiências, verificou-se que grande parte dos problemas apresentam-se da mesma forma. Alto custo e reajustes de planos de saúde, aumento de afastamentos e absenteísmo, experiência (NPS) do colaborador não satisfatória, entre outros. 

Porque os resultados não alcançaram seus objetivos ?

Uma das respostas para esta questão seria pela falta de metodologia. Incorporar novas ferramentas ou serviços sem métodos e objetivos específicos, não estão alinhados a performance. Grande parte do trabalho, está na identificação do problema, o diagnóstico do que está ocorrendo, quais foram os outliers, e qual a estrutura de pessoas e ferramentas que a empresa já tem para que este passo seja cumprido.

Após a conclusão desta etapa, ficará muito claro quais são os problemas, e também quais são, além destes, os objetivos que a empresa gostaria de contemplar, além de solucionar essas questões.

Quando houver apresentação de propostas considerando serviços a serem implantados, verificar a maturidade da empresa na compreensão de tais questões, experiências vivenciadas, time, e ferramentas que utilizam para poder mostrar a geração de valor e inclusive retorno sobre investimento.

Tecnologia é a solução ?

A solução com certeza precisará contemplar ferramentas para otimizar os recursos disponíveis para execução, aí está o papel da tecnologia como meio. Não necessariamente inovar o método atual significa implantar o software A ou B, mas sim utiliza-los para que haja estruturação, mensuração, automação, e ainda, ensinar a máquina, com informações relevantes, para que esta possa colaborar com o time que executa as ações. Métodos não estruturados, pouco fundamentados, sem proposta de valor clara, pouco provavelmente irá entregar performance, mas sim, uma nova camada de custos em um cenário que já não suporta mais este aumento.

Novo framework: Por onde iniciar ?

A partir da identificação dos principais gaps, e determinar os objetivos, a empresa precisará questionar ou desenvolver soluções que:

  • Integrem benefício e saúde ocupacional;
  • Coordenem o cuidado;
  • Criem uma base estruturada de informações, principalmente de saúde dos seus colaboradores;
  • Mensurem se o plano de ações que está sendo executado, está cumprindo os principais KPI’s estabelecidos na fase diagnóstica;
  • Sejam seguras e LGPD compliant;
  • Tenha uma metodologia clara e compartilhe risco com a fonte pagadora.

Desta maneira,  com estes critérios e questões, mesmo que simplificadas, as empresas conseguirão questionar o mercado, afim de cumprir seus objetivos em um novo cenário.

Compartilhe este conteúdo

LinkedIn
WhatsApp

Plataforma SaaS da Livon

Não perca tempo, entrem em contato agora e conheça melhor plataforma EHS do mercado

Os mais lidos:

A Importância da Saúde Mental no Ambiente de Trabalho

Abordamos os desafios enfrentados pelas empresas, como o estigma da saúde mental, ambientes de trabalho tóxicos e sobrecarga de trabalho. Discutimos as consequências, incluindo absenteísmo, queda de produtividade e aumento de custos com saúde. Ambientes hostis aumentam o estresse e afetam a reputação da empresa, afastando talentos.

Leia mais »
logo livon